Top Social

Desabafos e Coisas

[[[ Por Frutinha - Vânia Filipa ]]]

Image Slider

Recordar e chorar

12 de fevereiro de 2018
Faz hoje três anos que a minha mae foi operada. Faz hoje três anos que tive o pior dia da minha vida. Faz hoje três anos que chorei como nunca havia chorado. Hoje,três anos depois, a recordar o dia choro literalmente baba e ranho com direito a soluçar. Foi um dia dificil, foi uma altura dificil que sem duvida vai ficar marcado para sempre.
Lembro-me de tudo como se fosse hoje, principalemte da dor e do medo.
Felizmente que hoje, três anos depois, posso olhar em frente, e apesar de chorar a recordar, posso no final, acalmar, e sorrir.

Coisas de grávida

8 de fevereiro de 2018
Diz que os bebes quando estão ainda dentro da barriga, a uma determinada altura já começam a ouvir a voz da mãe e os diversos barulhos exteriores. No livrinho que tenho sobre a gravidez, diz ainda que o bebe assusta-se com barulhos altos, como por exemplo o bater de uma porta, e até mesmo a tosse ou espirros da mãe. Diz o livro, que assustam-se de tal forma, que acabam mesmo por fazer xixi, os pobrezinhos.
Ora sendo que eu passo os dias a espirrar graças as alergias que me seguem o ano todo, e que de cada vez que espirro são sempre dois seguidos, arrisco-me a dizer que o meu baby está constantemente a fazer xixi. Coitadinho. É ver-me a contorcer-me toda cada vez que espirro para ver se aquilo faz menos barulho la dentro, e a cria continua no seu sono sem fazer mais um xixizinho, mas tenho para mim que ando constantemente a assustar o meu bebezinho.


Isto de maternidade é um bocadinho de loucos

18 de janeiro de 2018
Não sei se é normal ou se sou só eu que sou uma perdida por natureza.
Do alto dos meus 5 meses de gravidez, penso que começa a ser altura de pensar a sério no enxoval do bébé. É tempo de ver roupas e todos os mil e um acessórios de puericultura que se dizem necessários. 
Ora além do trio de carrinho que tive a sorte de ter quem me emprestasse,de ter a caminha de grades escolhida mas que só vem morar cá para casa no mês que vem, e de ter apenas 3 babygrows, não tenho mais nada e sinto-me assim um bocado perdida.
Sei que são precisas montes de coisas, e meto-me a ver tudo e mais alguma coisa online, desde roupas, a mini-berços, a almofadas de amamentação, a tremometros, a malas de maternidade, e mantinhas, e toalhas, e artigos de decoração do quartinho e mais nem sei o quê. Vejo tudo, vejo que é tanta coisa, e depois não consigo comprar nada. Não sei explicar, mas sinto-me tão bombardeada de informações que depois não me consigo decidir por nada porque na realidade não sei ao certo o que é o ideal. Começo a ver tudo e acabo por nao comprar nada. E a roupa? afinal os bebes tem calor ou frio? O meu vai nascer no inicio do verão, compro o quê? mangas curtas ou compridas? Ha quem me diga que tenho de vestir duas peças porque os babys tem frio, mas ha quem me diga que tem calor e gostam de tar sem roupa. Afinal em que é que ficamos? Sinto-me tão perdida confesso. Não dá jeito comprar rios de roupa porque eles crescem rapidinho e acaba por não usar, mas também não convem não ter o suficiente porque não vou propriamente enfiar-me em shoppings nos primeiros meses. 
Sinto que preciso de começar por uma "ponta". Começar efectivamente a comprar as coisas, uma por uma, mas depois chega ao momento e não sou capaz. É tão estranho.
Já alguém se sentiu assim? Ou sou só eu que mais uma vez sou uma especie de bichinho de outro planeta.

Bom ano Pessoas! Voltei e com uma novidade

15 de janeiro de 2018
Hallo pessoas! Bom ano!

É verdade que tenho andado super hiper mega desaparecida daqui mas tem uma razão de ser, e essa razão é: estou á espera de bebe!!! <3 p="">

Então mas e as gravidas agora não podem exercitar a pontinha dos dedos e como tal nao podem escrever? Poder podem.... eu é que não tava capaz.

É verdade, sou uma daquelas grávidas abençoadas com os belos dos enjoos. É enjoos a toda a hora, desde ao acordar, durante o dia, até me deitar, de tal forma que já nao sei o que é viver sem enjoos. É certo que nos três primeiros meses a coisa era pior, mas ainda assim a coisa não anda famosa. Melhor é certo, mas longe de estar boa.
De qualquer forma nos primeiros meses sentia-me mesmo incapaz de vir aqui, os enjoos eram tantos que não conseguia comer nada, e por conseguinte andava muito fraca e cheia de toturas e assim tive de poupar as minhas poucas energias para o meu trabalho das 9h as 19h.
Agora com a coisa a melhorar, espero conseguir vir dando novidades, espero que os enjoos aos poucos vão dando tréguas e me deixem levar uma vida normal,. que acreditem que de normal não tem tido nada. Entre enjoos, dormir a toda a hora e trabalhar, basicamente não se tem passado mais nada nesta vida. Acreditem. Não fosse o homem a ajudar-me nas lides domesticas e a esta hora vivia numa casa com lixo até ao teto. É que ate a simples tarefa de enfiar os pratos na maquina de lavar louça me deixa em vómitos.
Digam-me lá, há gravidas por ai também com enjoo a toda a hora, ou mamãs que tenham passado por isso? É que todas as minhas amigas dizem não saber o que é isso de enjoos, pelos vistos calharam-me todos a mim e eu sinto-me assim um bichinho do outro planeta.
Antes que me digam que ha medicação que se pode fazer, eu sei, e estou a fazer, a coisa fica um niquinho melhor (pelo menos ja nao ando a correr po wc a todos os minutos) mas ainda assim não me tira os enjoos.
E basicamente tem sido esta a minha vida nos últimos meses. Conto vir aqui contar muitas novidades, encher-vos de posts sobre bebes e afins até serem vocês a vomitar bebés. 
É isto.