Top Social

Desabafos e Coisas

[[[ Por Frutinha - Vânia Filipa ]]]

Image Slider

TENTATIVA DE COMPRAS NUMA ESPÉCIE DE SALDOS

20 de julho de 2017
Este ano os saldos passaram-me um bocado ao lado, não sei, acho que não vi assim nada merecedor de me perder.
Tirando uma blusa que comprei na Massimo Dutti, tudo o resto era mais do mesmo, de tal forma que um dia destes enfiei-me no shopping assim numa tentativa de encontrar achados daqueles bons, e acabei por comprar praticamente só peças da nova colecção.

Para além disso este ano apeteceu-me em apostar em peças diferentes, o estar sempre a comprar jeans e t-shirts estava a dar comigo em doida, porque basicamente sentia que andava sempre com o mesmo quando isso não acontecia. Acabei por perceber que me faltavam de acessórios para complementar os look, e mandei vir umas coisas que andavam debaixo de olho há imenso tempo.






Da CINCO, estes dois colares que amei e fiquei de tal forma apaixonada pelos produtos, pela simpatia e pela rapidez que já ando de olho em mais dois, desta vez em cor prata. O que me chama mais atenção nos produtos da CINCO é o facto de serem todos eles bem simples, minimalistas, sem grande prelimpimpis mas sem serem também demasiado vulgares. Para mim tem o design que adoro e antevejo tempos difíceis para a minha carteira.


TENTATIVA


Da RUST AND MAY, uma destas cestas lindas, no meu caso a de laço vermelho. É mega grande, mega gira e dá um ar totalmente diferente a um outfit. Confesso que ainda não a usei, até porque só a recebi esta semana, ainda assim já ando a magicar uns looks super simples onde acho que ela vai ser a rainha do look.

O melhor de tudo, é que ambas são marcas portuguesas, e cada vez mais me dá um gosto enorme apoiar coisas nacionais, acima de tudo se tiverem uma boa qualidade e forem bem giras.

Para além disso, cada vez mais tenho em mente a máximo de menos é mais.
E vocês, perderam-se nos saldos ou a coisa controlou-se? 


"Less Is More"
Ludwig Mies van der Rohe"


O IMPORTANTE É ESTAR EM PAZ

19 de julho de 2017

IMPORTANTE


Por aqui as coisas começam finalmente a acalmar um pouco, quer no trabalho, quer em casa. 
Depois de meses a fio com trabalho pelas costuras, com poucas horas de sono porque era incapaz de adormecer com tanto stress, (coisa que me valeu alguns problemas de saúde que ainda estão a tentar ser resolvidos); agora sinto que posso finalmente começar a respirar.
E sim, durante muito tempo acho que ate para respirar tinha falta de tempo, porque chegamos a uma fase em que temos falta de tempo para tudo, até para as funções mais básicas. 

Para ajudar a melhorar ainda mais; o tempo também anda lindo (apesar de hoje estar manhoso), e convida a mergulhos na praia, passeios bons e jantares na rua. Tudo coisas boas portanto que nos deixam assim com uma sensação de tranquilidade boa.

Há lá coisa melhor do que nos sentirmos em paz?! Ainda estou a caminhar para lá, mas já sinto um cheirinho e tinha tantas mas tantas saudades.

Sinto-me louca

7 de julho de 2017

Acho que hoje me enganaram e em vez de me servirem descafeinado serviram café. Ou isso ou fui picada por um bicho.
Já fui aos saldos ( 3h enfiada no shopping), já cheguei a casa, passei duas máquinas de roupa a ferro e como se não bastasse ainda adiantei a limpeza de amanhã e já limpei a cozinha toda de cima abaixo. E continuo irrequieta.........
O que é isto?!?!

Catos e Suculentas

5 de julho de 2017
Sempre gostei de plantas embora o jeito para elas fosse bastante pouco senão mesmo nulo. E se analisar bem a coisa, gostava delas ali, acha-lhes piada e bonitas mas não lhe passava grande cartucho porque nunca tive de cuidar delas.
Desde que mudei para a casa nova, o gosto pelas plantas crescer de uma forma que nunca imaginei. Primeiro comprei uma, e outra, e outro e neste momento já perdi a conta ás que tenho, mas seguramente que são dezenas e dezenas delas.
Dão trabalho é certo, na verdade perco cerca de 1 hora por dia ali entre regas e a cuidar delas, mas ganho isso sensações que não sei descrever. Ali aquele momento em que estou a cuidar delas não penso em mais nada e limpa-me a alma. Enche-me o coração. 

Como se isso não bastasse, nos últimos tempos viciei.me em catos e suculentas, e mais uma vez já cá moram em casa cerca de duas dezenas deles. 

O projecto ainda está em construção, falta comprar vasinhos giros, a ideia é também juntar vários numa só taça de vidro com umas pedrinhas, entre outras coisas, mas para já deixo foto de alguns dos catos e suculentas cá de casa: